Especialistas afastam tendência de queda, mas preços de imóveis usados estão tendo que ser revistos

18 de julho 2012

Notícias | Um Comentário

Extra

A valorização menor dos imóveis em 2012 é provisória, segundo análise de Paulo Fabbriani, vice-presidente da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi). Ele confirma que a alta de preços observada no ano passado tem se estabilizado, mas ainda não é possível apontar retração no mercado. Pelo contrário, a tendência é que os valores voltem a subir no segundo semestre.

— No primeiro quadrimestre deste ano, tivemos 40% menos lançamentos que em igual período de 2011. Tem muita coisa programada para o segundo semestre. Como a demanda por unidades é sete vezes maior do que a oferta, os preços podem voltar a subir — explica Fabbriani.

O vice-presidente da Ademi afirma que a estabilização de preço dos imóveis usados também está ligada à menor quantidade de lançamentos de empreendimentos no primeiro semestre de 2012:

— Os proprietários dos usados se baseiam nos preços das unidades novas para venderem seu bem. Mas muitos superavaliam e acabam tendo que baixar para vender. Não se pode comparar um imóvel novo num prédio com elevador, garagem e playground com outro que não tem a mesma infraestrutura. Não é possível se limitar à comparação por metro quadrado, porque as unidades são completamente diferentes.

Corretor de imóveis há 16 anos, Luiz Claudio Freitas, de 50, afirma que, há um ano, os proprietários de usados estipulavam preços muito acima dos valores de mercado e, ainda assim, conseguiam vendê-los. Agora, esse cenário vem se modificando.

— Hoje, pedem um valor alto demais e acabam tendo que baixá-lo para vender. Mas ainda tem muito comprador e o preço não cai, apenas sobe menos. Os proprietários estão querendo ganhar muito, mas o mercado está se ajustando. Acredito que a fase de disparada tenha passado e a tendência seja os preços passarem a subir gradativamente —prevê o corretor da Só Imóveis da Tijuca.

1 Comentário

  • Sharoze disse:

    Acho interessante qundao tentamos aplicar uma noe7e3o de tempo entre grandes transformae7f5es sociais e mais interessante ainda prever a prf3xima transformae7e3o.Alguns fatos interessantes sobre preparae7e3o/inflexe3o tecnolf3gica:A mateme1tica e a fedsica veam evoluindo e0 mileanios no sentindo da automatizae7e3o dos ce1lculos.O embrie3o da Internet nasceu na de9cada de 60, um pouco antes da computae7e3o pessoal.Foram cerca de 15 anos de Web ate9 algue9m cunhar o termo Web 2.0.Olhando de dentro do mundo da Cieancia da Computae7e3o, tenho uma vise3o ranzinza:No geral: Penso que a Cieancia da Computae7e3o e9 um mundo altamente imperfeito. No hardware: A arquitetura vigente foi criada tambe9m na de9cada de 60. Na usabilidade: Por mais que hoje haja mobilidade e telecomunicae7e3o, ainda estamos sempre presos he1 uma tela redgida e bidimensional, um teclado e um mouse. O computador ne3o compreende de fato nossa vf3z, ne3o enxerga o contexto das nossas buscas, nem permitem uma relae7e3o REALMENTE rica com a informae7e3o. A computae7e3o realmente onipresente (ubedqua) este1 LONGE. Na Engenharia de Software: a formae7e3o dos programadores e9 apenas razoe1vel nas melhores universidades. Os cronogramas atrasam, empresas disputam a tapa arquitetos e projetistas realmente competentes. Os programas de3o pau, ne3o rodam em qualquer plataforma, maleme1 se3o internacionalizados. Desenvolvedores discutem a linguagem que vai tornar seu trabalho mais fe1cil e mais re1pido e a evengelizam como se ela fizesse o cafe9 pra vocea tambe9m, sendo que suas bases se3o iguais as das outras.Este3o fazendo avane7os, muitos avane7os em todas essas e1reas, ora, mas e9 claro, mas mesmo assim acho que seu pra sacar que, no meu ponto de vista, tal ponto de inflexe3o este1 um pouco mais longe do que pensamos.

Deixe o seu comentário!

12  +    =  14

ML, SUA ADMINISTRADORA DE VERDADE!

CENTRO

Praça Olavo Bilac, 28 – Gr. 1608

(21) 3032-6400

ILHA DO GOVERNADOR

Estr. do Galeão, 994 – Gr. 220

(21) 3195-2553

SOLICITE UMA PROPOSTA