Variação de preços de imóveis no Rio beira 50% no mesmo bairro

4 de julho 2012

Notícias | 0 Comentário(s)

G1

Os moradores do Rio de Janeiro, além de terem de pagar o segundo maior preço por metro quadrado do país – atrás apenas do Distrito Federal, segundo o índice Fipe-Zap –, ainda enfrentam a variação de preços dentro dos próprios bairros, que beira os 50%, segundo pesquisa do Secovi-Rio (Sindicato da Habitação), com dados de junho.

Certas ruas de determinados bairros têm um charme especial, seja pela praia, pela arquitetura dos prédios, pelo comércio, pelos parques, praças e jardins, pelos passeios em pedras portuguesas ou pelo perfil dos moradores, o que acaba por valorizá-las em relação às demais ruas do mesmo bairro.

Na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, segundo o levantamento feito pelo departamento de pesquisa do Secovi-Rio, o metro quadrado nas Avenidas Sernambetiba e Lúcio Costa, à beira-mar, é 46,3% mais caro que o das demais ruas.

Ipanema e Leblon, na Zona Sul, não chamam a atenção apenas pela orla. Habitados por gente famosa e pessoas das classes A e B, os dois bairros têm variação de 41,7% e 25,7%, respectivamente, entre os preços das ruas mais charmosas e as restantes. Em Botafogo, também na Zona Sul, a Rua Eduardo Guinle, com condomínios de alto padrão, tem o metro quadrado 18,3% mais elevado que as demais.

Em Copacabana, a fama do calçadão, conhecido internacionalmente, também tem seu preço: o metro quadrado na Avenida Atlântica custa 35,7% a mais que nos outros locais do bairro.

Nenhum comentário

    Deixe o seu comentário!

    2  +  5  =  

    ML, SUA ADMINISTRADORA DE VERDADE!

    CENTRO

    Praça Olavo Bilac, 28 – Gr. 1608

    (21) 3032-6400

    ILHA DO GOVERNADOR

    Estr. do Galeão, 994 – Gr. 220

    (21) 3032-6400

    SOLICITE UMA PROPOSTA