Pacificação no Rio aumenta procura por casas em vilas

29 de outubro 2012

Notícias | 0 Comentário(s)

O Dia

Os investimentos em segurança no Rio de Janeiro aumentaram e vilas voltaram a ser opções atrativas de moradia, além de ainda contarem com custos acessíveis na unidade e no condomínio. A valorização desse tipo de imóvel acontece ao mesmo passo que as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) são instaladas em todo o estado. Com os 28 postos instalados — e um 29º que será inaugurada em dezembro, em Manguinhos, na Zona Norte —, mais de 500 mil pessoas são beneficiadas, segundo dados da Secretaria Estadual de Segurança.

A universitária Danielle Andrade, de 22 anos, mora em uma vila no Andaraí há 16 anos. Por lá, já escutou diversas histórias de assalto e troca de tiros nas proximidades.

De acordo com ela, hoje, a realidade é outra: “Desde a instalação das UPPs não acontece nada disso. Ficou bem mais tranquilo”. A estudante explica que o esforço em prol da segurança acontece graças à preocupação do síndico da vila. “Desde o início do ano, instalaram câmeras de vigilância e os vigias monitoram todo o movimento no portão”, conta.

A mãe de Danielle, Fátima Bezerra, 54, dona de casa, percebe que escolher a vila em vez de um apartamento fez toda a diferença no bolso. Ela pagava R$ 800 de aluguel quando elas moravam na Tijuca, além de R$ 200 reais de condomínio: “Segurança não é a única vantagem, atualmente. Além de ter deixado de morar de aluguel, o condomínio é bem mais barato”.

A dona de casa conta que obteve uma economia de mais ou menos 80% quando resolveu se mudar, porque a casa custou R$80 mil e o condomínio custa só R$60 reais. Segundo Fátima, a família deixou para trás um gasto fixo de R$ 1.010 por mês.

Redesenhar o imóvel é outro benefício que vem junto coma compra em vila. O interior e a casa podem ser modificados, assim como Fátima e Danielle já tanto fizeram.

Tire suas dúvidas

Direitos na vila – Quem mora em vila tem direitos discriminados na convenção ou no regulamento da vila, segundo Andre Junqueira, professor da Escola Superior de Advocacia da OAB-RJ. Ele explica: “A divisão entre os imóveis e eventuais partes comuns, assim como das áreas públicas de domínio do Estado, deve estar claramente definida nas normas internas da vila, assim como no Cartório de Registro de Imóveis”.

Vilas x apartamentos – Uma casa de vila pode proporcionar as vantagens de um apartamento, de acordo com o arquiteto Márcio Franco da Cruz. O especialista destaca: “Praticidade, segurança e eventuais manutenções na estrutura do imóvel. Isso tudo pode minimizar suas mais citadas desvantagens, que são a menor privacidade e a ventilação”.

Privaciidade – Pela proximidade do imóvel com o espaço dos carros e com o asfalto, o barulho de fora pode acabar invadindo a casa. Crianças brincando e carros passando são comuns de se escutar nesses ambientes.

Proprietários podem mudar design e estrutura da casa

Redesenhar o imóvel é a maior vantagem oferecida pela casa de vila, na opinião do arquiteto Márcio Franco da Cruz, diretor de Relações Institucionais da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (Asbea-RJ). Segundo ele, esse tipo de moradia estimula a criatividade do comprador e o mais indicado para apontar alterações é um profissional do ramo.

A dona de casa Fátima Bezerra e a filha, a universitária Danielle Andrade já se divertiram com as mudanças no visual da casa. Pisos, janelas, cores e muitas outras partes da casa já foram reconfiguradas.

“Eu mesma desenhei o meu pequeno espaço para notebook, televisão e afazeres da faculdade e estágio”, conta Danielle. Ela ainda definiu que tipo de armário teria no quarto e quais seriam as cores da casa.

Segundo Cruz, a liberdade de redesenhar só depende das regra de cada condomínio. A consulta deve ser feita junto ao síndico ou com advogados: “A legislação edilícia para vilas varia de acordo com a região. É preciso respeitar a área de projeção do local”.

Nenhum comentário

    Deixe o seu comentário!

      +  66  =  69

    ML, SUA ADMINISTRADORA DE VERDADE!

    CENTRO

    Praça Olavo Bilac, 28 – Gr. 1608

    (21) 3032-6400

    ILHA DO GOVERNADOR

    Estr. do Galeão, 994 – Gr. 220

    (21) 3032-6400

    SOLICITE UMA PROPOSTA