Mais 77.565 casas no Rio para quem recebe até R$ 1.600

13 de julho 2011

Notícias | 0 Comentário(s)

O Dia

O Estado do Rio de Janeiro vai receber 77.565 unidades na segunda fase do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, para famílias com renda de até R$ 1.600. Além disso, os imóveis para a faixa de renda subiram para 60 mil, se forem casas, e para R$ 63 mil, os apartamentos.

Esses valores valem para as construtoras que incluírem todas as melhorias exigidas. Entre elas, estão aquecimento solar e ampliação das portas e das janelas.

Para as empresas que só acrescentarem piso e azulejos nas partes molhadas, os valores são menores: casa terá que custar até R$ 55 mil e apartamentos, R$ 57 mil. Mas, de acordo com o Ministério das Cidades, esses valores somente vão valer até o dia 31 de dezembro.

A partir de 2012, entram em vigor os projetos habitacionais com todas as melhorias exigidas. As novidades foram publicadas no Diário Oficial da União de sexta-feira.

Ontem, foram publicadas as novas rendas para quem for financiar imóvel com recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). O teto subiu de R$ 4.900 para R$ 5.400. O novo salário vale para compra de unidades novas, usadas ou na planta.

Moradias no Centro do Rio

O Centro do Rio vai ganhar 150 novas moradias populares. A Secretaria de Estado de Habitação anuncia hoje que 10 imóveis desocupados ou subutilizados, do governo do estado na Região Central, serão revitalizados para serem moradias mistas ou multifamiliares.

Segundo o secretário estadual de Habitação, Leonardo Picciani, as unidades vão atender prioritariamente as comunidades locais: “O governo já dispõe de recursos, e o pontapé inicial será no empreendimento conhecido como Avenida Modelo, na Rua Regente Feijó 55, Centro”.

Nenhum comentário

    Deixe o seu comentário!

    24  +    =  32

    ML, SUA ADMINISTRADORA DE VERDADE!

    CENTRO

    Praça Olavo Bilac, 28 – Gr. 1608

    (21) 3032-6400

    ILHA DO GOVERNADOR

    Estr. do Galeão, 994 – Gr. 220

    (21) 3195-2553

    SOLICITE UMA PROPOSTA