Entrevista: Maria Clara, síndica do condomínio Virgínia

8 de junho 2010

Entrevistas | 0 Comentário(s)

A entrevistada do mês de maio foi a síndica Maria Clara, do condomínio Virgínia. Caso raro nos dias de hoje, o Vírginia não possui nenhum caso de inadimplência.

Confira o que ela disse sobre isso, dando dicas e sugestões para os outros condomínios.

1- Como conseguir chegar à adimplência total em um condomínio ? É mais difícil alcançar esta meta ou mantê-la?

Clara Assumpção: Por ser um caso raro mesmo, eu fico feliz de ver que conseguimos esta façanha, ainda mais para mim, que sou síndica de “segunda viagem”!

Não saberia lhe dizer ao certo as razões para termons conseguido 100% de adimplência, mas vou dar a minha opinião como moradora.

Acredito que a cota de condomínio sempre será a primeira a ser colocada “para depois” quando a situação das pessoas fica mais “apertada”. Entre pagar escola, comida, roupas, remédios ou condomínio, na emergência, o que será que fica para depois? E o depois, pode acabar virando uma bola de neve.

Por isso, desde que assumi a minha preocupação é não aumentar o condomínio, e se precisar fazer, aumentar o mínimo possível. Eu sei o quanto é difícil para as pessoas disporem do valor do condomínio no final do mês. Nem todos os moradores possuem uma situação muito confortável, ficando mais difícil ainda esta situação.

O prédio precisava de várias obras, já que é um condomínio antigo. Com calma, utilizando o nosso fundo de reserva, para não ter de cobrar as cotas extras,fomos realizando as obras. Os balancetes mensais enviados pela ML a todos nós, msotravam claramente aonde tava sendo gasto o dinheiro. Pode ser que isto tenha incentivado os moradores a não mais atrasarem as cotas, já que através dessa transparência, eles percebiam que as melhorias estavam sendo feitas para todos. Com esta transparência, unida a uma grande pitada de boa vontade e colaboração de todos, conseguimos alcançar o objetivo.

2- Esta situação inusitada está diretamente ligada à participação dos condôminos nas assembléias e nos assuntos importantes para o condomínio?

Clara Assumpção: Infelizmente ainda não conseguimos chegar a tanto. Acredito que nenhum síndico tenha conseguido fazer com que a maioria dos proprietários participe das reuniões do condomínio

3 – Quais dicas podem ser dadas aos condomínios que possuem um alto índice de inadimplência?

Clara Assumpção: Acredito que cada caso é um caso, mas na minha opinião o principal é termos preocupação com o valor da cota do condominio. E também mostrarmos que mesmo sem aumentos, ou com aumentos mínimos, podemos fazer as obras que se apresentem necessarias e, assim, todos poçam ver as melhorias sem que estas “doam” tanto no seu orçamento mensal.

Nenhum comentário

    Deixe o seu comentário!

    2  +  3  =  

    ML, SUA ADMINISTRADORA DE VERDADE!

    CENTRO

    Praça Olavo Bilac, 28 – Gr. 1608

    (21) 3032-6400

    ILHA DO GOVERNADOR

    Estr. do Galeão, 994 – Gr. 220

    (21) 3195-2553

    SOLICITE UMA PROPOSTA