Mercado imobiliário como opção de investimento

26 de abril 2010

Notícias | 0 Comentário(s)

Com a queda da taxa de juros, oferta recorde de crédito e consequente aumento da demanda por imóveis, investir na compra de apartamentos ou casas vem se tornando uma opção cada vez mais segura e lucrativa para quem tem recursos disponíveis e não busca retorno em curto prazo. Há todos os níveis de preços no mercado, dando chance desde a assalariados até a grandes investidores. Mas antes de tomar a decisão de adquirir uma propriedade para ganhar com o aluguel e a valorização de seu preço é preciso estar de posse de certas informações que podem representar a diferença entre um grande negócio e uma incômoda dor de cabeça.

A principal vantagem em se colocar dinheiro em imóveis em vez das aplicações do mercado financeiro é a relação entre segurança e rentabilidade. De acordo com o presidente do Sindicato da Habitação de Pernambuco (Secovi-PE), Luciano Novaes, os imóveis no Recife tiveram uma valorização entre 20% e 60%, dependendo da localização, entre o segundo semestre de 2008 e os primeiros meses deste ano. Uma taxa bem superior a poupança e renda fixa, mas ainda inferior aos mais recentes resultados do mercado de ações e renda variável de forma geral. A diferença é que quem investe em imóvel corre menos riscos de perder dinheiro.

Com a atual fase da economia brasileira, a tendência, segundo os analistas, é de que a rentabilidade continue alta, já que a expansão da oferta de crédito (segundo o Banco Central, foram R$ 181 bilhões concedidos apenas em janeiro e fevereiro, 47% a mais que no mesmo período em 2009) tornou a possibilidade de comprar um imóvel mais real para mais pessoas. Por causa disso, o mercado simplesmente explodiu a partir de 2009. Para se ter uma ideia, em Pernambuco foram vendidas 1.106 novas unidades em janeiro de 2010, 476% a mais que no mesmo período ano passado.

Com a procura cada vez maior, associada à já consolidada escassez de terrenos e novas restrições legais à altura dos empreendimentos, os preços naturalmente incorporaram uma tendência de subida. Tudo isso fez com que aplicar no setor imobiliário venha se tornando uma atividade compensadora, mas apenas para quem está disposto a empregar uma boa dose de dedicação e paciência.

Não há, claro, fórmulas que garantam uma compra rentável. Mas é possível listar os cuidados básicos para se trilhar esse caminho. Antes de escolher o imóvel, o investidor deve fazer certas escolhas. Empreendimentos na planta, que ainda serão construídos, por exemplo, costumam valorizar mais que obras já concluídas, já que a rentabilidade de qualquer investimento está sempre atrelada ao risco (neste caso, representado pelo fato de pagar por um bem que ainda não existe).

De acordo com Tony Vasconcelos, gerente comercial da construtora Moura Dubeux, uma obra de três anos no Recife tende a resultar em uma variação de 60% no preço, desde seu lançamento até a entrega. Outra escolha necessária é em relação a quanto do valor total do empreendimento deve ser pago à vista e quanto se deve financiar. Neste caso, é preciso calcular os juros a serem pagos, que em geral variam entre 8% e 13% ao ano.

Fonte: Clip Imobiliário

Nenhum comentário

    Deixe o seu comentário!

      +  12  =  14

    ML, SUA ADMINISTRADORA DE VERDADE!

    CENTRO

    Praça Olavo Bilac, 28 – Gr. 1608

    (21) 3032-6400

    ILHA DO GOVERNADOR

    Estr. do Galeão, 994 – Gr. 220

    (21) 3032-6400

    SOLICITE UMA PROPOSTA