Blog ML Imóveis » Entrevistas


Categoria: Entrevistas

Deixe um comentário (0)

O gerente de condomínios, Douglas Martins, falou sobre um assunto de extrema importância e que a ML gostaria de deixar como dica para os síndicos: os principais motivos que levam ao saldo devedor.

“A gente tem percebido que este problema ocorre principalmente por conta de três fatores:

Primeiro em relação a uma insuficiência da arrecadação. Muitos síndicos enfrentam nos condomínios inadimplentes em seus apartamentos. Sendo as despesas rateadas por um conjunto de moradores, se um ou outro deixa de pagar, o condomínio fica descapitalizado. A medida que nós temos nesse sentido é única e clássica, que é emitir a cobrança extrajudicial e se não surtir efeito, partir para uma cobrança judicial do débito.

Outro fator que pesa para o saldo devedor são as obras imprevistas, aquelas que acontecem de forma emergencial e que o condomínio precisa realizar para manter a funcionalidade do prédio. É uma pastilha da fachada que cai, um barbará que precisa ser trocado e a gente percebe que isso ocorre às vezes devido a uma falta de prevenção, de medidas preventivas por parte do condomínio. É sempre recomendável que o condomínio contrate uma mão de obra especializada para ver como está o estado geral, fisicoestrutural, do prédio, se antecipando para fazer as obras que o condomínio precisa. Com isso a incidência do saldo devedor será diminuída.

O terceiro ponto que percebemos é o peso cada vez maior dos empregados. Manter empregados no condomínio está muito caro. Existem muitos empregados com horas extras incorporadas. Isso tudo acaba levando as despesas do condomínio para um patamar bastante elevado. O síndico precisa analizar até que ponto precisa dos empregados, podendo substituir algumas de suas funções por recursos eletrônicos, como o circuito fechado de tv, alarmes e tudo mais.”

Saldo devedor é algo muito preocupante e deve ser combatido desde início. Ocorrendo um problema, entre em contato com um dos assessores da ML para que essa situação seja combatida o quanto antes evitando que ele cresça e fique mais difícil de obter uma solução.

Deixe um comentário (0)

A Associação Brasileira de Normas técnicas editou no dia de 18 de março deste ano a Norma Brasileira Regulamentadora (NBR) 16280. Com isso, começaram a surgir uma série de novas regras para a realização de obras em condomínios residenciais e comerciais. O blog da ML conversou com o diretor comercial Marcelo Borges, que esclareceu todas as dúvidas sobre este novo tema. Confira a seguir!

Qual a importância da Norma Brasileira Regulamentadora (NBR) 16280?

Com a mudança da Norma Brasileira Regulamentadora (NBR) 16280, há uma regulamentação da contratação de obras e serviços de edificações de forma geral. Essa nova norma já está em vigor desde o dia 18 de abril.

…continue lendo.

Deixe um comentário (1)

Este mês o blog da ML conversou com Douglas, gerente de condomínios da ML. Ele explicou para gente um pouco mais sobre um assunto muito delicado na vida dos condomínios: a previsão orçamentária. Você tem alguma dúvida ou quer entender melhor sobe o assunto? Então confira a entrevista completa!

Previsão orçamentária: o que é exatamente?

A previsão orçamentária não é uma tarefa fácil. Ela consiste no desafio de compatibilizar receitas e despesas. Existem diversos fatores que influenciam nesta equação, como por exemplo o caso de um condômino ou mais deixarem de pagar a cota de condomínio, o mesmo ficara sem a sua arrecadação completa e por via de consequência com saldo devedor.

…continue lendo.



Páginas (10):12345...10... Fim »