Blog ML Imóveis » Dicas


Categoria: Dicas

Deixe um comentário (0)

A Abralimp sugere técnicas e equipamentos que ajudam a economizar água na limpeza

Com o calor excessivo, o consumo de água aumenta e junto com ele a necessidade de economizar este recurso tão precioso. Até bem pouco tempo nos deparamos com a falta de água, uma ameaça sempre presente. O grande desafio era e continua sendo o de economizar sem comprometer a eficácia da limpeza. E o mais importante: garantir a saúde das pessoas, pois limpeza e saúde estão diretamente ligadas.

Atenta a isso, a Abralimp (Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional) preparou algumas dicas que ajudam empresas, condomínios e as pessoas em geral a adotarem processos e equipamentos mais eficazes, confira:

1) Enceradeiras industriais

Por meio da enceradeira industrial, indicada para diferentes pisos, é possível limpar com eficácia e rapidez superfícies que somente com água, detergente e vassoura não seriam possíveis. Além disso, o equipamento possui uma ação mecânica excelente, trabalhando com pouquíssima água aliada ao produto químico adequado.

2) Lavadoras de alta pressão

Grandes áreas como pátios, garagens e estacionamentos, por exemplo, precisam ser limpas constantemente e a lavagem é inevitável. Neste cenário, o uso das lavadoras de alta pressão é uma alternativa eficaz para a economia de água.

Segundo os especialistas da Abralimp, a lavadora recebe a água da torneira, aumentando consideravelmente a pressão e diminuindo a vazão comparada a uma mangueira convencional.

Com essa pressão maior, a limpeza é mais rápida, ou seja, o tempo é muito menor para lavar áreas próximas a piscinas, por exemplo, do que com a utilização de uma mangueira, além da melhor qualidade final.

As vantagens sustentáveis deste equipamento não param por aí. Existem também outros grandes fatores positivos, como a redução do uso de produtos químicos, de tempo e de esforço físico. O usuário não precisa utilizar uma vassoura para esfregar, por exemplo, pois a lavadora faz o exercício físico em seu lugar.

3) Implantação do sistema de reuso de água em condomínios

O reuso da água da chuva para fins não potáveis é uma ótima alternativa que os condomínios encontram para a diminuição do consumo de água.

Atualmente, muitas edificações já contam com um sistema de captação de águas pluviais por meio de um reservatório. O que acontece é que essa água é bombeada para fora do condomínio, ou seja, para rua.

 Desta forma, sugere-se alterar essa saída para dentro do edifício, uma vez que a água captada poderá ser utilizada na limpeza das áreas comuns e na rega de jardins.

4) Sistemas de limpeza Spray Mop

Os Mops são bastante versáteis tanto para recolher partículas soltas (pó), como para limpeza úmida e aplicação de ceras e acabamentos em superfícies lisas horizontais ou verticais. Utilizados nas tarefas de manutenção da limpeza, o sistema de spray aplica as soluções por meio de jatos dirigidos.

O refil de microfibra encaixado na base promove uma limpeza mais eficaz por conta da capacidade de absorção e também da ação de limpeza mecânica que exerce sobre as superfícies.

Podemos destacar também a vantagem de estar com solução sempre isenta de contaminação, além de um rendimento médio de 100m²/l.

5) Panos coloridos de microfibra e borrifadores

Não soltam pelos e, diferente dos panos de algodão convencionais, absorvem mais água e sujidade.

Recomenda-se a utilização de panos coloridos para separação por ambientes ou por tarefas. A lavagem pode ser realizada em um único passo: colocá-los juntos de molho em solução com detergente neutro líquido e depois torcer. Não utilizar amaciantes ou alvejantes.

O borrifador também é um acessório pouco lembrado que faz muita diferença no processo, podendo ser usado com gatilhos coloridos para separação dos produtos utilizados, o que ajuda a evitar a contaminação cruzada, trazendo facilidade e economia de água.

6) Balde espremedor com divisórias para duas águas

O equipamento é composto de balde duplo com divisória fixa, espremedor, cabo, refil mop e garra.

Na parte dianteira do balde coloca-se a solução de água com produto de limpeza, a ser aplicada no piso; e na parte traseira a água limpa para enxague do refil mop.

O balde espremedor promete utilizar apenas 30% do volume de água, se comparado à limpeza convencional.

Este sistema também permite excelente ergonomia para o usuário. Garante uma limpeza mais eficiente e com uso racional de químicos e da própria água, resultando em duplo benefício com a diminuição do impacto ambiental e maior segurança para o usuário.

Fonte: Síndico Net

Deixe um comentário (0)

Em meio à crise econômica no país que impactou o mercado imobiliário nos últimos meses, o Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci-RJ) dá dicas de cuidados especiais para valorizar o imóvel e fechar o negócio com rapidez. Manutenções, como renovação de pinturas, reparos em rachaduras nas paredes de salas e quartos, furos e arranhões devem ser feitos antes de o imóvel ser apresentado ao possível comprador.

Outra orientação é trocar a tubulação, caso seja necessário. Há questões que podem e devem ser responsabilidade do proprietário para que a transição imobiliária se torne mais ágil e eficaz. Para efetuar o negócio, é preciso que a parte burocrática esteja em dia. Documentos prontos e atualizados, impostos e contas pagas são fundamentais para acelerar a venda.

O presidente do Creci-RJ, Manoel da Silveira Maia, fala sobre a necessidade de reformas e sobre a importância de colocar a documentação em dia. “Os aspectos objetivos como conforto, comodidade e fácil mobilidade são questões particulares de cada comprador. O imóvel que um idoso procura não é o mesmo que um universitário ou uma família com crianças estão buscando. Sendo assim, as questões universais que podem ser fundamentais para a agilidade de uma transação são as documentações que devem estar em dia, evitando que o proprietário não corra o risco de perder o negócio por negligência”, orienta.

Ele também recomenda evitar mudanças que personalizem o imóvel, como excesso de móveis embutidos. Muitos compradores evitam imóveis com limitação do uso do espaço. Os aspectos mais objetivos também ganham mais destaque. É o caso, por exemplo, da localização, que continua sendo um fator determinante na aquisição do imóvel. Outros aspectos, como segurança e fácil acesso aos transportes públicos, também são apontados pelo conselho como relevantes na busca feita pelo interessado em adquirir o imóvel.

Fonte: O Dia

Deixe um comentário (0)

Com o horário de verão já instaurado desde o meio de outubro e indo até fevereiro de 2017, nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, a principal mudança notada por todos durante essa época é que os dias ficam maiores, não é mesmo?!

No verão, os gastos com luz aumentam muito. Devido ao calor intenso, as pessoas utilizam mais os aparelhos para refrigeração e condicionamento do ar, elevando os gastos de energia a valores exorbitantes.

Já que a luz solar fica mais tempo presente no nosso cotidiano, uma das medidas que podemos adotar é aproveitar, da melhor forma possível, essa claridade, economizando na conta de energia e, de quebra, ajudando o meio-ambiente. Confira as dicas!

- Em várias regiões, a luz natural se estende até às 20h, e o horário de pico de consumo de energia (ou seja, quando mais devemos economizar) é das 18h às 21h. Portanto, o quanto for possível, aproveite a luz do sol na sua casa e nas áreas comuns do condomínio, com janelas e cortinas abertas, permitindo, também, a troca de ar.

- Se ainda não trocou, aproveite esse momento para trocar as lâmpadas por novas, de LED, que são muito mais eficientes.

- Não bloqueie a luz solar no interior dos ambientes. Se você está com algum móvel impedindo a passagem de luz natural numa janela, por exemplo, repense o posicionamento desses móveis, para melhorar a entrada de luz.

- Faça mais atividades ao ar livre! Sejam passeios em parques, praias, florestas ou praças, os dias mais longos são a oportunidade ideal para quem trabalha, por exemplo, e não conseguiria arranjar um horário no meio da semana para distrair a cabeça. Aproveite esses momentos de lazer com sua família e amigos.

- Já que os dias estão mais quentes, que tal aproveitar a oportunidade e optar pelos banhos frios?! Além de economizar energia e aliviar o calor, a água fria é melhor para nossa pele e nossos cabelos. Se quiser optar pelo banho quente, mesmo com as altas temperaturas, mude o modo do chuveiro para o verão.

As dicas são bem fáceis e qualquer um pode adotar. Então, o que você tá esperando para colocá-las em prática, ajudando tanto a natureza, como também o seu bolso, a se manter saudável?! Mão na massa! ;)



Páginas (55):12345...102030... Fim »